Habilidades socioemocionais para uma formação integral

Em um mundo cada vez mais exigente, tornou-se fundamental levar a educação socioemocional para o ambiente escolar e preparar os alunos para os desafios do século XXI, ajudando-os a desenvolver as habilidades necessárias e importantes para a vida.

Comunicar-se, sentir e demonstrar empatia, lidar com as emoções, trabalhar em grupo e resolver problemas são algumas das habilidades promovidas pela educação socioemocional que ajudam estudantes e professores nas salas de aula e nas escolas.

A cada trilha você conhecerá diferentes aspectos das habilidades e competências socioemocionais e aprenderá a utilizá-las em sala de aula.

Objetivos

Espera-se que, ao final do curso, você seja capaz de:

• aprender o que é a educação, as competências e habilidades socioemocionais;

• entender o papel do professor no desenvolvimento socioemocional dos alunos e como ele impacta no desenvolvimento cognitivo;

• promover atividades práticas de intervenção socioemocional em sala de aula;

• elaborar um plano de aula promovendo a integração das competências e habilidades socioemocionais no currículo escolar.;

Programa

[Trilha 1] Importância das competências socioemocionais no processo de ensino-aprendizagem

[Trilha 2] Educação socioemocional na prática e um paralelo com a BNCC

[Trilha 3] Adaptação curricular e comunicação com as famílias no contexto da aprendizagem socioemocional

Público-alvo:

Professores do Ensino Fundamental (anos iniciais e finais) e Ensino Médio.

Sobre os autores

Francila Novaes atua na área de produção de conteúdos pedagógicos do programa de liderança e habilidades socioemocionais chamado O líder em mim. Também é professora no curso “Educação socioemocional nos diversos ambientes de aprendizagem”, oferecido pelo Instituto Sedes Sapientiae, e é pós-graduada em Psicologia Política pela Universidade de São Paulo (USP), com uma pesquisa sobre a importância da empatia em sala de aula. Já atuou na sensibilização e formação de professores em educação socioemocional nas redes públicas dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e em Medellín, na Colômbia.

Maria Adrielle atua na área de pesquisa e elaboração de projetos educacionais voltados para aprendizagem socioemocional, autoconhecimento e neurociência. Foi docente responsável pela disciplina “Aspectos da Neurociência na Educação” no curso de pós-graduação no Instituto Singularidades. Atuou, também, na formação de professores do estado de São Paulo com o programa Compasso Socioemocional. É graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), mestre e doutora em Ciências pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (USP) e tem um pós-doutorado concluído no laboratório de Neuropsicofarmacologia da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Araraquara (Unesp).