Ensino remoto: ferramentas acessíveis para professores e alunos

por | mar 23, 2020 | Artigo, EAD, Práticas Pedagógicas, TICs

Na última quinta-feira (19/03), o Conselho Estadual de Educação do Estado de São Paulo (CEE) promulgou a Deliberação CEE 177/2020 que “fixa normas quanto à reorganização dos calendários escolares, devido ao surto global do Coronavírus, para o Sistema de Ensino do Estado de São Paulo, e dá outras providências”, entre elas a possibilidade de uso do EaD (artigo 6º, § 1º). 

A deliberação vai ao encontro da portaria nº 343/2020 do MEC que, em seu artigo 1º, prevê a autorização, em caráter excepcional, “a substituição das disciplinas presenciais, em andamento, por aulas que utilizem meios e tecnologias de informação e comunicação, nos limites estabelecidos pela legislação em vigor, por instituição de educação superior integrante do sistema federal de ensino, de que trata o art. 2º do Decreto nº 9.235, de 15 de dezembro de 2017”. 

Também corrobora as ações que já vinham sendo tomadas individualmente pela comunidade escolar, com foco no ensino remoto durante o período de quarentena. Entendemos, porém, que muitas escolas e professores podem não estar preparados para enfrentar uma situação como a atual, tampouco dispor de recursos financeiros e/ou tecnológicos de alto nível. 

Pensando nisso, separamos algumas ferramentas que já fazem parte da rotina de alunos e professores, indicando possibilidades de uso na educação a distância. Confira: 

Google Sala de Aula 

O produto é descrito pela Google como uma ferramenta de ensino que “torna o ensino mais produtivo e significativo simplificando o processo das atividades, melhorando a colaboração e promovendo a comunicação. Os professores podem criar turmas, distribuir atividades, enviar feedback e ver tudo em um único lugar. O Google Sala de Aula também se integra perfeitamente a outras ferramentas do Google, como o Documentos Google e o Google Drive.”

O canal do Professor Reginaldo Cândido traz alguns tutoriais interessantes com as principais dicas de uso da ferramenta. 

Google Forms

Os formulários do Google são, usualmente, utilizados para criar e divulgar pesquisas quanti e qualitativas de forma simples e rápida. Essa ferramenta, porém, tem outras funcionalidades interessantes para professores que precisam aplicar remotamente suas provas. Com ela, é possível criar avaliações com autocorreção automática e atribuição de peso às perguntas. Separamos um tutorial que ensina como desenvolver essas avaliações.

Discord

Ferramenta bastante utilizada por crianças e jovens para realizar streaming de jogos, o Discord é uma ótima opção para professores que querem interagir com sua turma por canais de voz e texto. É possível compartilhar arquivos durante as conversas de texto. Ele funciona com o sistema de servidores (que funcionam como se fossem grupos) e canais dentro dos servidores (subgrupos). Além disso, o aplicativo também permite chamadas de vídeo para até dez pessoas por vez. 

O aplicativo é gratuito e está disponível para uso web ou para download (desktop e mobile). O tutorial a seguir traz maiores informações sobre a ferramenta e suas funcionalidades. 

Telegram

O Telegram é uma ferramenta semelhante ao WhastApp. Conta, porém, com algumas funcionalidades extras de que o WhatsApp não dispõe. Por exemplo: os grupos permitem a interação de até 200.000 membros cada, além da possibilidade de elaborar enquetes, inserir bots (robôs automáticos) para gerenciar as conversas etc. 

Essa ferramenta tem a vantagem de ser independente do celular: não é preciso estar com o aparelho ligado e com bateria para acessá-lo tanto na versão web quanto no aplicativo para computador. Pelo mesmo motivo, não é necessário ter os telefones dos alunos para adicioná-los aos grupos: basta compartilhar com a turma o link de convite do grupo ou canal. Também é possível adicionar pessoas apenas com o nickname que elas usam no aplicativo. Isso porque, no Telegram, assim como no Instagram, cada pessoa tem uma @ associada à sua conta. 

Veja o tutorial abaixo, com maiores informações sobre o Telegram:

MailChimp

Que tal criar uma newsletter para compartilhar informações com a sua turma, fazer um resumo das aulas da semana ou de avisos gerais? Com ferramentas como o MailChimp isso é possível gratuitamente e de forma simples. A ferramenta trabalha com o conceito de drag and drop, ou seja, basta arrastar os elementos que você quer para dentro do layout do e-mail para que eles funcionem, sem a necessidade de mexer em códigos e com a vantagem de não cair no spam ou na lixeira. 

Embora funcionem da mesma forma que um e-mail, as newsletter possuem outras funções que lhes permitem ser mais dinâmicas, inserir imagens e/ou gifs, personalizar cores, separar os estudantes por categoria (tags) e enviar e-mails apenas para as categorias desejadas etc. Você também consegue verificar, olhando os relatórios dos e-mails, que realmente abriu, quais links foram clicados, entre outras informações. 

Ah! A versão gratuita do MailChimp suporta até 2.000 contatos! Confira alguns tutoriais com mais dicas: 

Faz parte de uma das nossas escolas parceiras e tem acesso ao Plurall? 

O Plurall é um ambiente virtual de aprendizagem que pode ser acessado por estudantes e professores em qualquer hora e em qualquer lugar. Lá estão disponíveis listas de exercícios para que os alunos possam praticar o que aprenderam em aula, vídeos para ajudar a solucionar as tarefas e tutores que respondem detalhadamente as dúvidas que surgem em relação às questões e ao conteúdo do material didático, que também está disponível.

O blog do Plurall traz uma série de materiais para ajudar as escolas parceiras, especialmente durante o período de quarentena do Covid-19. É professor de uma escola parceira do Plurall e quer saber mais sobre como utilizar essa ferramenta nesse período? Visite o blog: https://blog.plurall.net/

Avatar