5 dicas para escolher o melhor material didático para a sua escola

por | set 4, 2018 | Artigo, Comunidade Escolar

O prazo de escolha do livro didático do PNLD 2019 começou no dia 23 de agosto e termina em 10 de setembro. Pensando nisso, preparamos dicas para contribuir com tal tarefa. Esse prazo é para professores e professoras das escolas públicas, mas as dicas podem valer também para as redes privadas.

1. Assista ao vídeo disponibilizado pelo MEC clicando aqui!

Nele você encontra um breve panorama das novidades do PNLD 2019, tais como o alinhamento das obras à terceira versão da Base Nacional Comum Curricular/BNCC, a disponibilização de coleções de Educação Infantil e do componente de Educação Física e o fato de que os livros dos anos iniciais do Ensino Fundamental são agora consumíveis, ou seja, as crianças podem escrever neles, já que não serão reaproveitados nos anos seguintes. O vídeo apresenta ainda uma lista de algumas perguntas para nortear sua reflexão na escolha do material.

2. Explore o Guia Digital do seu componente curricular acessando aqui!

O Guia do PNLD contém guias digitais de cada Componente — Arte, Ciências, Educação Física, Geografia, História, Língua Portuguesa, Matemática –, da etapa da Educação Infantil, além das Obras Interdisciplinares e dos Projetos Integradores. Nesses guias digitais, você poderá avaliar as resenhas das obras aprovadas em seu componente curricular. Ainda nesses guias, invista parte de sua análise ao Material Digital do Professor de cada obra; segundo as exigências do PNLD 2019, ele apresenta, por exemplo, Sequências Didáticas Avaliações. Esse material pode ser um importante critério de desempate na hora da decisão. Lembre-se de que ele foi elaborado pensando em tornar mais prático o cotidiano em sala de aula, pois oferece um aporte de atividades que o professor pode utilizar quando for preciso e adaptar ao seu modo.

3. Compare as resenhas das obras com o Plano Político-Pedagógico/PPP de sua escola!

Como mencionado, o Guia PNLD 2019 contém as resenhas de todas as obras. Enquanto estiver analisando as obras, analise conjuntamente o PPP de sua escola. Desse modo, você assegura que os livros escolhidos estejam, o máximo possível, sintonizados com as diretrizes e a identidade sociocultural de seu contexto escolar. A reflexão pela via contrária também é recomendada: como as novidades do PNLD 2019 contribuem para repensar meu PPP?

4. Liste as qualidades e as lacunas do material didático que está usando no momento!

Você já está trabalhando com determinado livro há um tempo e certamente o conhece bem. Diante disso, não deixe de listar aquilo que está presente nele e atende satisfatoriamente aos seus objetivos pedagógicos e aquilo que poderia ser melhor. Fazendo assim, sua escolha do novo material poderá ser orientada no sentido de manter os pontos fortes e de somá-los ao que falta. É muito provável que você encontre uma obra mais próxima do ideal!

5. Aproveite para pensar o ensino por competências e habilidades!

Por fim, mas não menos importante, um sumário de um livro e uma lista de conteúdos, usualmente, funcionaram como o principal norte da atuação docente. Já os novos livros didáticos, por terem sido produzidos a partir da BNCC, buscam, de modo geral, “ampliar” esse norte. A ideia é tornar intencional o fato de que nós, professores, trabalhamos para assegurar direitos de aprendizagem que se concretizam por meio do desenvolvimento de competências e habilidades em nossos alunos. Por conseguinte, não deixe de pensar, durante sua análise das obras, em como elas tangibilizam o trabalho com tais competências e habilidades e em como isso pode influenciar sua prática docente!

Bianka de Andrade SilvaProfessora com experiência na Educação Básica e Superior | Coordenadora Pedagógica de Qualidade, Currículo e Avaliação da SOMOS | Doutoranda em Letras/UFMG